A mobilização contra a chamada ‘reforma administrativa’ segue em Brasília! Centenas de servidores(as) públicos(as) realizaram um ato público na manhã desta quarta-feira, 3 de novembro, no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, na capital federal, pressionando os parlamentares para que rejeitem a PEC 32. 

Os militantes, outrossim, adicionaram mais um ponto de pauta para pressionarem os deputados e deputadas que chegam a Brasília: a luta contra a PEC nº 23/2021. 

Conhecida como ‘PEC do Calote‘, a proposta do governo Bolsonaro prevê o adiamento do pagamento das dívidas reconhecidas pela Justiça (precatórios), com a justificativa de criar um subterfúgio fiscal para o pagamento do Auxílio Brasil, um programa social criado para tentar resgatar a popularidade do presidente, cuja reprovação chegou a superar os 53%.

Caso aprovada, a ‘PEC do Calote‘ prejudicará, especialmente, servidores públicos(as) e aposentados(as), que ganharam na Justiça ações de revisão de salários e benefícios, que demoraram longos anos para serem julgadas. 

Ato também na Câmara

Após realizarem atos na manhã no aeroporto de Brasília, os militantes da Fenasps, de demais entidades do Fonasefe, e de movimentos sociais, marcaram presença na entrada do Anexo II da Câmara dos Deputados à tarde, tradicional local de manifestações dos trabalhadores(as). 

Veja fotos e vídeos das manifestações no aeroporto e na Câmara dos Deputados AQUI. 

Fonte: Fenasps

Comments fornecido por CComment